terça-feira, 5 de outubro de 2010

Ver-te


Olhar-te é o meu consolo
Preciso ver-te todos os dias!
Mesmo que não possa tocá-lo,
Apreciar-te me acaricia.

E agora, como será?
É mais do que uma parede
Isso que colocaram entre nossos olhares.
É a distância, é a sede.

Como convencer meus olhos
Dessa condição
Se desde o primeiro encontro
Eles te despertaram ao meu coração?

Vendo-te é que aprendi
A admirar-te nos detalhes,
A reconhecer-te nas minúcias
Desde os primeiros olhares.

E agora?
Que tristes serão meus dias!
Sem você, seus traços, seu sorriso,
Serei privada de minhas alegrias.

Olhar-te me fez descobrir
Que a vida nada mais é do que surpresa.
Você ressuscitou em mim o querer,
Derrubou todas as minhas certezas.

Longe de você volto à rotina seca e dura.
Morre toda a graça daqui em diante:
Não há fantasia nem sonho
Sem você ao meu alcance.


14 comentários:

  1. De uma necessidade constante de
    apenas poder olhar pra quem se ama, de quem tanto nos faz bem...
    Por vezes me pergunto se a vida não é mesmo o sofrer [a] ...sl ..
    Mais ainda acredito nas coisas...
    Acredito na força dos pensamentos, do querer, do amar...
    dos nossos sonhos de ter quem se ama vão dar certo... *-*

    Beijos estalados

    ResponderExcluir
  2. Um belo sentimento...platônico, mas que espera. Quem espera sente e alcança!

    ResponderExcluir
  3. Quando a gente gosta de alguém, a necessidade de ver e sentir é tanta que a gente até sonha com o ser amado.

    Belo Blog este seu. adorei!!!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Bacana Aliz talvez você se divirta em http://papopoetico.blogspot.com/
    A poesia é necessária
    Tudo de bom

    ResponderExcluir
  5. Caí no seu blog sem querer, mas vi que foi pura sorte! Adorei aqui.
    B-Jos.

    ResponderExcluir
  6. Muito bonito!
    Ainda mais bonito é o sentimento transmitido pelo olhar, e que nasce do olhar, do primeiro encontro de olhares...

    Beijos

    p.s.: passe no meu blog, talvez goste!

    ResponderExcluir
  7. Não há fantasia nem sonho
    --------
    É claro que fantasias e sonhos sempre hão-de existir. Que seria do mundo sem elas !
    --------
    Felicidades
    Manuel

    ResponderExcluir
  8. As vezes temos que entender que não adianta esperar e aceitar que acabou...
    é triste mas eh verdade. Adorei!
    bjs

    ResponderExcluir
  9. PARABÉNS PELO BLOG!
    Conhece o meu?

    Abraços,

    *
    Há três semanas na net, o blog O FALCÃO MALTÊS comemora:

    3.000 visitantes (do Brasil, Reino Unido, Espanha, Portugal, Gana e EUA), 200 comentários e 69 seguidores (entre eles, o poeta TANUSSI CARDOSO, o ator SELTON MELLO e os críticos de cinema ANDRÉ SETARO e RUBENS EWALD FILHO).

    É só contentamento! Obrigado!


    www.ofalcaomaltes.blogspot.com


    Estamos brindando com novas postagens:


    WALTER SALLES COM O PÉ NA ESTRADA

    O JARDIM DOS FINZI CONTINI, de Vittorio De Sica

    DOUGLAS SIRK POR RAINER WERNER FASSBINDER

    FLORINDA BOLKAN: DO NORDESTE PARA O MUNDO


    Até mais! Aguardamos você!
    Antonio Nahud Júnior
    *

    ResponderExcluir
  10. Belissimo. interessante. estou lhe convidando a visitar o meu blog, e se possivel seguirmos juntos por eles estarei grato esperando vc, lá
    Abrass
    www.josemariacostaescreveu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Só olhar sem nem um toquezinho, um beijinho, nem um algozinho mais???
    Aaahh nãum??

    Não acredito que você estaja falando de um ser humano...

    : )

    Tava procurando notícias tuas. Tá tudo bem?

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. DRI ("pima Bebel" rs)10 de dezembro de 2010 08:12

    Quanta inspiração, hein?!?!rs.

    Já te falei que você escreve maravilhosamente bem, né?!rs...sou fã dos seus textos!!! Parabéns pelo blog! =)

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. oi. muito legal e bonita poesia. gostei. apareça por lá. abraços.

    ResponderExcluir